Conheça os projetos do Rio para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016

Cidade-sede da competição de 2016 vai aproveitar equipamentos do Pan 2007 e da Copa Mundial de 2014.

Ainda assim, vai gastar pelo menos R$ 25 bilhões em infraestrutura e instalações esportivas.

O COI (Comitê Olímpico Internacional) escolheu o Rio de Janeiro para sediar os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016. Concorria com o município brasileiro as cidades de Chicago (Estados Unidos), Tóquio (Japão) e Madri (Espanha). Com o tema “Viva sua paixão”, o projeto Rio-2016 prevê que os jogos sejam disputados em quatro regiões da capital carioca: na Barra da Tijuca, em Deodoro, em Copacabana e em torno da área do Maracanã. As instalações esportivas serão ligadas por anel de transporte a ser construído no Rio de Janeiro, segundo informações do Comitê Olímpico Brasileiro.

Ginásio Olímpico - Barra

Ginásio Olímpico – Barra

A Barra sediará cerca de 50% dos jogos de 2016. Lá, estará localizada uma grande área de entretenimento, com direito até a uma praia olímpica privativa de uso dos atletas visitantes; o Rio Centro; a Vila de Mídia, com os centros de imprensa, rádio e TV; e o Parque Olímpico, que terá o primeiro dos quatro palcos com transmissão ao vivo dos jogos e de grandes atrações musicais. A Barra ainda vai abrigar o Centro Olímpico de Treinamento, local de formação esportiva e treinamento para atletas de 22 modalidades.

Já a região de Deodoro será o palco para o hipismo, pentatlo moderno, esgrima e tiro esportivo. Além disso, o principal legado para a região de Deodoro seria a criação do parque radical, um empreendimento voltado para praticantes de mountain bike e BMX.

Centro Olímpico - Hóquei

Centro Olímpico – Hóquei

O Maracanã será a sede do futebol e das cerimônias de abertura e encerramento dos jogos olímpicos e paraolímpicos. Logo ao lado, o estádio do Maracanãzinho sediará os jogos de voleibol. No estádio olímpico João Havelange, construído para os jogos Panamericanos de 2007, acontecerão as provas de Atletismo. Já o tiro com arco, assim como a partida e a chegada da maratona ocorrerão no Sambódromo, palco do carnaval carioca.

Na região de Copacabana, por fim, vão ser disputadas na Marina da Glória e ao longo da Baía de Guanabara as provas de vela, voleibol de praia, ciclismo de estrada, marcha atlética, triátlon, maratona e maratona aquática. O remo e a canoagem seriam disputados na Lagoa Rodrigo de Freitas.

O projeto olímpico do Rio está orçado em cerca de R$ 25 bilhões, dos quais 72% serão destinados às obras de infraestrutura, como transporte, saneamento e segurança, além da construção de instalações esportivas, da Vila Olímpica e centro de imprensa, entre outras obras. Outra parte dos investimentos previstos será destinada ao orçamento operacional do evento.

Centro de imprensa

Centro de imprensa

Opiniões

 Para Luiz Fernando Santos Reis, presidente do Sinicon (Sindicato Nacional Indústria Construção Pesada do Rio de Janeiro), a realização da Olimpíada no Rio de Janeiro deve tomar como exemplo a cidade de Barcelona, na Espanha. “Quem já viajou para lá antes e depois das Olimpíadas sabe as transformações que a cidade passou. Temos que seguir esse exemplo”, afirma Reis.

 “Ser escolhida como cidade-sede de um evento deste porte é muito bom, mas é preciso planejar a forma como serão feitos os investimentos”, acredita Danilo Matoso, arquiteto e urbanista. Para ele, é preciso não repetir a experiência do Panamericano de 2007, em que não foi deixado um legado para o Rio de Janeiro. “As obras [das Olimpíadas] devem ser encaradas como vetores de desenvolvimento urbano da cidade como um todo”, finaliza.

Participe da enquete: O que achou da escolha do Rio para as Olimpíadas de 2016?

Confira mais imagens:

Centro Olímpico de Desportos Aquáticos

Centro Olímpico de Desportos Aquáticos

Centro Olímpico - Judô

Centro Olímpico – Judô

Centro Olímpico - Tênis

Centro Olímpico – Tênis

Ginásio de basquete

 Ginásio de basquete

Ginásio de handball

Ginásio de handball

Praia exclusiva da Vila Olímpica

 Praia exclusiva da Vila Olímpica

 

Velódromo da BarraVelódromo da Barra

Vila da imprensa

Vila da imprensa

Vila Olímpicaa

Vila Olímpica

Vila Olímpica

Vila Olímpica

Sobre Inverde
O Inverde tem como objetivo principal sensibilizar e educar para a importância de se preservar a qualidade de vida na cidade, além de conectar os seus moradores com os processos naturais, valorizar a biodiversidade e os serviços prestados pelos ecossistemas, onde a Floresta da Tijuca tem um papel fundamental para uma vida saudável na cidade do Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: